#Contos | Depois da troca #2Ep

terça-feira, janeiro 15, 2019




















Antonieta depois daquele encontro com sorriso sem graça esboçou felicidade, porém ao mesmo tempo constrangimento. Um abraço rápido e cada um seguiu seu caminho. “Seria eu louca de sentir aquele frescor estranho em meu peito por alguém que mau me conhecia?”; foi seu pensamento.
Enfim vida que segue foi o que ela pensou ao abraçar Thiago , e agradecer aquele gesto na devolução.
Aquele mês era setembro, veio outubro, novembro, dezembro e ninguém havia sentido, tamanho desengatar dos ponteiros a rodar mas sim havia passado. Quando viu já estava chegando natal. Antonieta chegou naquela quinta-feira apressada para sua mesa, afinal já era 8:30 e começava expediente as 8h. Infelizmente aquele dia seu atraso foi por conta do ônibus que pegou, e quebrou à 15 metros de seu trabalho. Já foi chegando no setor e dizendo: “-Desculpa, desculpa, vocês nem sabem meu ônibus quebrou 15 metros daqui!”. Suas colegas lhe acalmaram , falando que às vezes acontece. Antonieta apressada começou a ligar computador, organizar papéis dos novos funcionários da mesa, quando de repente encontrou folheto, que sua colega do setor ao lado havia dado. Lá estava o espetáculo de natal que iria acontecer 16 de dezembro em uma igreja batista em Canoas. Por pouco ela não cumpriria a promessa a sua amiga, de ir ao evento e seria mais um final de semana comum, indo a igreja luterana; e já era quinta feira, ainda restavam mais dois dias, para procurar endereço e também ver se iria de ônibus ou outra locomoção.
O esperado dia havia chegado. Sua colega Livia da logística, estava a porta da igreja a lhe aguardar. Um abraço de demorado de felicidade Antonieta havia percebido, meio de relance naquele mesmo momento viu um rapaz com as mesmas características de Thiago, o rapaz que havia trocado a mochila. 1,70 precisamente, magro de cabelos castanhos claros e ondulados, dessa vez cortados de maneira marcada por um estilo casual , diferenciado porém por uma camisa de botões. O que a marcou desde a primeira vez foram aqueles olhos amendoados que contestavam muito, com a cor de seu cabelo. Enfim tanta faísca de memória havia despertado muita coisa íntima. Melhor deixar repousar a estilo cantares... ser despertado quando este almejasse o mesmo sentimento. O espetáculo, badalou, emocionou , mas principalmente ressoou uma frase que Antonieta havia lido em seu devocional:- “Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês", diz o Senhor, "planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro”.Jeremias :29:11. O espetáculo havia finalizado e Livia sua colega já estava perguntando : “- E ai que achou?”, prontamente Antonieta disse que nunca havia presenciado algo tão bonito e marcante. Elas se encaminharam à saída, dando uma conferida na livraria na igreja, quando de repente as amigas ouvem; “- E ai Livia trouxe uma amiga?”. Antonieta estava admirando um livro de capa tão linda de Max Luccato , largou ligeiramente o livro encontrando reconhecimento naquele timbre ao olhar para cima, era ele mesmo Thiago. Timidamente ela foi largando o livro, de maneira neutra sem ser notada. Quando de repente um grito: “-Antonieta! Que ta fazendo ai?” , uma série de movimentos que mais soavam como um flashback de memórias, gritou, abraçou , aquelas perguntas rotineiras como vai? Por onde anda; finalizadas com: “-Tonia! Ops... posso te chamar assim? Aparece aos sábados a tardinha. Temos culto aqui”; disse ele mesmo, Thiago. Antonieta logo respondeu: “- Pode me chamar assim sim “. Esboçando uma tímida risada. Quando a segunda sentença ela disse que iria checar sua agenda e se livre iria sim. Ambos se abraçaram e logo que ele se foi já ouviu de Livia: “- Que convite ein? E livre amiga!”, caindo na risada Antonieta ficou sem graça com a situação, mas nada impediu ela de cruzar a fronteira do sonhos.



Conto escrito por: Estefani De Melo Borba
INSTAGRAM: @EstefaniBorba

You Might Also Like

18 comentários

  1. Lindo conto, sentir um frescor no peito é realmente muito bom. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    www.paisagemdejanela.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. frescor ♥♥♥ adorei , que essa sensação sempre toque teu coração obrigada pelo carinho

      Excluir
  2. Você tem um dom para escrever, Vitoria. Sou apaixonada pelos seus contos!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Interessante desse conto é o amor rolando numa igreja evangélica; bem bacana a ambientação e a questão da providência fazer tudo colaborar pro casal ficar junto, q ficou subentendida.
    Beijos, sucesso pra ti e pra Estefani nesse 2019!

    https://www.rapeizedinamica.biz

    ResponderExcluir
  4. Texto bacana!!
    Li e fiquei imaginando as cenas em minha cabeça, o evento de Natal, como era Thiago...
    Você escreve bem! :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Que conto mais lindo! Fiquei curiosa em saber o que acontece depois.
    Estou com uma Pesquisa de Público no blog e convido você para participar.
    big beijos,
    Lulu
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  6. Ahhh que delícia de história. Lembrei que li a primeira parte quando ocorreu a troca das mochilas rs... Adorando 😘

    ResponderExcluir